Motivos para diferenciar finanças pessoais e empresariais!

finanças

A princípio, para você que tem uma empresa, seja ela um grande ou pequeno negócio, existem regras dentro da gestão de finanças que se segui-las irá obter êxito.

Já que, para que você consiga sucesso em suas finanças precisa antes de tudo ter organização. 

Visto que, quando se tem um negócio, pode acontecer de muitas vezes tornarmos nossas finanças uma só.

Ou seja, as finanças pessoais acabam se tornando empresarial, e não temos mais controle sobre o que é lucro, gasto ou rendimento. 

Nesse sentido, será que essa administração é correta?

A fim de já adiantar, te digo que não, administrar dessa forma foge de uma boa gestão, e é preciso que saiba separar o que é seu e da empresa, resultando em melhores negócios. 

Veja também:

https://poupapassos.com.br/encontre-aqui-as-solucoes-para-tirar-sua-empresa-do-vermelho/

Sendo assim, deseja saber as vantagens desta distinção e por que deve fazer?

Então, basta continuar lendo este artigo, pois abaixo terá todo o aprofundamento do conteúdo. 

finanças

O que são finanças pessoais?

Em primeiro lugar, finança pessoal, é o mesmo que o dinheiro reservado a si próprio.

Afinal, é uma organização de seus gastos e lucros, para se manter com uma vida financeira saudável e estruturada.

O que são finanças de uma empresa? 

A princípio, podemos dizer, que segue o mesmo conceito da finança pessoal, porém voltado a sua empresa.

Resumindo, os lucros e rendimento de seus negócios, desta forma conseguindo ter uma boa administração. 

finanças

Por que devo separar as finanças pessoais e da empresa? 

Em primeiro lugar, quando se tem um negócio, você em hipótese alguma deve misturar com sua vida pessoal.

Além de que, quando o assunto estiver ligado a dinheiro e custos, pois vamos lá, você provavelmente tem seu dinheiro pessoal seguindo o lucro de seu negócio. 

Analisando que, se abriu uma empresa, é para te dar lucro e boa estabilidade financeira.

Mas também é preciso saber que sua empresa segue necessidades mensais e sua vida também.

Visto que, é se afundar não separar uma da outra. 

Pois, isso pode fazer com que você encontre dificuldades nas duas gerências.

E acabe nunca conseguindo entender qual é seu lucro e se está rendendo a venda de seus produtos. 

Contudo, como separar? 

finanças

É preciso que você tenha em mente passos precisos a seguir para essa organização, como:

  1. Primeiramente, tenha um caixa para a empresa, como um giro de dinheiro, que por mais que seu lucro não seja bom em determinado mês, esse dinheiro pode cobrir e não te colocar em prejuízo. 
  2. Em segundo lugar, é necessário obter um salário, por mais que a empresa seja sua, não coloque que vai pegar ao mês o quanto der, é preciso estipular um salário seguindo sua rotatividade e assim pegar essa quantia todos os meses. 
  3. Logo em seguida, tenha contas diferentes, é necessário que você tenha uma conta pessoal e outra para sua empresa, ou seja, por este motivo a importância do CNPJ, já que seu CPF será pessoal e CNPJ empresarial, e suas contas serão distintas. 
  4. Por fim, é preciso que sua empresa tenha capacidade de reembolsar todos os produtos, para que não seja necessário esse dinheiro sair de você. 

Por fim, é importante destacar que de todos os pontos, o primordial a dizer é, tenha organização financeira e saiba separar suas gestões, para assim sempre obter sucesso. 

[totalpoll id=”1209″]

COMPARTILHE




Nosso objetivo é criar um lugar seguro e envolvente onde os usuários possam se conectar com base em interesses e paixões. Para melhorar a experiência dos participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários dos artigos
© TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.


Sou consultora de empregos e auxilio pessoas desempregadas a encontrar oportunidades no mercado de trabalho. Compartilhe nosso conteúdo!
Volta Top